//O cabeamento estruturado não está morto

O cabeamento estruturado não está morto

Quem olha de fora o aumento e otimização do uso do Wi-Fi nos prédios modernos pode ter uma impressão de que o futuro da indústria de cabeamento estruturado é incerto. De fato, as entradas para dispositivos LAN seguem diminuindo, mas na contramão desse processo, novas conexões em novos dispositivos estão sendo feitas em uma taxa impressionante, com uma infinidade de sistemas, sensores e soluções migrando de fiação especializada para uma infraestrutura de cabeamento estruturado.
Não se engane, o futuro da indústria de cabeamento estruturado é mais brilhante que nunca

O caminho para os prédios digitais

Talvez você não tenha vivido esta época, mas houve dias em que apenas os computadores de mesa das organizações eram, de fato, conectados a rede. Mas em meados da década de 1990, telefones de voz sobre IP (VoIP) e câmeras IP começaram a migração para a rede. Embora os primeiros modelos de ambos fossem limitados em sua funcionalidade, isso deu início à mudança que continua ganhando força até hoje. A primeira câmera de rede que funcionava em Ethernet foi introduzida em 1996, dando início à mudança para aplicativos de rede fora da computação. Os sistemas telefônicos logo seguiram o exemplo, trazendo uma mudança monumental na estrutura organizacional. Os departamentos de telecomunicações foram mesclados com os departamentos de TI e os técnicos de telefonia logo precisaram a aprender sobre VLAN’s e DHCP.

Mais recentemente, o conceito de edifício digital acelerou o ritmo de consolidação de uma única plataforma de cabeamento. As luzes LED alimentadas por Power over Ethernet (PoE) pelo switch dos racks mudaram de uma ideia conceitual para um tópico principal de conversa e essa conversa está começando a se converter em instalação. Sensores conectados em rede oferecem a promessa de otimizar imóveis, melhorando a produtividade, diminuindo os custos de serviços públicos e aumentando as receitas. O acesso por meio de crachás e outras formas de segurança e até mesmo os sistemas de proteção à vida migraram para a comunicação baseada principalmente em IP baseado em cabeamento estruturado. Os fornecedores de sistemas de automação predial (BAS) estão todos desenvolvendo ou lançando sistemas de próxima geração que se comunicam por cabos de categoria usando IP. Geralmente, o BAS conecta HVAC, iluminação e segurança para aumentar a eficiência com base na ocupação, uso do espaço e outras condições. Talvez mais significativamente, os softwares BAS tem o potencial de integrar todos esses sistemas de construção em um único painel de gerenciamento que pode ser usado por gerentes de instalações para otimizar, configurar e gerenciar sistemas para proprietários e ocupantes de edifícios.

Iluminação do futuro hoje

A iluminação inteligente está a caminho de ser a próxima grande novidade em edifícios. A iluminação inteligente vai muito além das luzes. Todos os sistemas de iluminação de hoje usam LEDs para iluminação com eficiência energética, mas também incluem sensores e controles que permitem uma infinidade de recursos quando essas luzes e sensores estão compartilhando a rede. Os sistemas de iluminação de hoje hoje permitem:

• Acender as luzes quando alguém entra em uma sala, contar o número de pessoas na sala e então aumentar a ventilação naquela sala com base no número de pessoas.
• Permitir que os ocupantes do edifício usem seus smartphones ou computadores para configurar as luzes em sua área de trabalho, com o brilho e a cor que os tornem mais produtivos.
• Ajustar automaticamente o brilho e a cor do luz ao longo do dia para combinar com o natural ritmos diurnos.
• Direcionar os funcionários para uma sala de conferência aberta ou área de trabalho com base nas leituras dos sensores em todo o edifício.
• Acender e apagar as luzes e ajustar a cor e o brilho às preferências pessoais quando o controle de acesso detectar que um funcionário entrou no prédio.
• Direcionar os ocupantes para as saídas durante uma emergência.
• Fornecer alertas visuais para a equipe se os níveis de ruído excederem um nível predefinido.

Da mesma forma que o VoIP gerou mudanças marcantes nas redes de telecomunicações corporativas, a iluminação PoE está se configurando como a plataforma que define os novos recursos do edifício. Por causa do grande volume de luzes em um prédio comercial, escolas ou hospitais, as luzes se tornam uma estrutura altamente densa que é ideal para implantar sensores em todo o espaço. Em termos de conectividade, as instalações de iluminação variam de acordo com o fornecedor. Alguns sistemas requerem uma relação porta / luminária de 1: 1, com cada luz conectada individualmente ao switch; outros fornecedores oferecem uma plataforma centrada no nodo, onde várias luzes se conectam a um nodo, que então se conecta ao switch. Independentemente da arquitetura usada pelo fornecedor, a iluminação representa uma grande oportunidade para a indústria de cabeamento estruturado.

Este conteúdo faz parte de um artigo da Panduit que define mais caminhos para o futuro do cabeamento estruturado em edifícios comerciais, você pode conferir ele completo aqui.

Nos vemos em breve.

By |2021-09-30T12:46:44-03:00setembro 21st, 2021|Enterprise|0 Comments

Leave A Comment